Saturday, October 21, 2006

Mel da loucura

Você chegou ...
E me pegou distraída...
Com a alma nua,
Com o coração descerrado,
Fazendo-me no ato, escrava tua!
Encheu de perfume aqueles dias,
Com o aroma suave da rosa carmim
Inebriada... no mundo das fantasias...
Encheu meus olhos com o teu sorriso franco
Encheu meus ouvidos com o teu lindo canto
Encheu minh’alma com tua poesia
Encheu minha boca com o mel da loucura
Deixando-me insana com tanta doçura
Extasiada...
Com as carícias tuas.
Viciada... exaurida de paixão
Com o sangue quente, eloqüente
Correndo nas veias da emoção.
Mas um vento arrojado, a jato
Carregou-o para bem longe...
Ingrato!
Distante dos carinhos meus.
Restou na memória do coração...
Hoje fraco, frio, falido,
As loucuras que você me fez...
E a sede de te amar outra vez!
Benvinda Palma

1 comment:

MariaAngélicaBilá said...

Lindo! Lindo! Lindo! principalmente os versos " com a alma nua, com o coração descerrado, fazendo-me no ato, escrava tua!" Lindo!