Thursday, January 03, 2008

FINGIMENTO


Fingimento...


A gente faz de tudo pra ser feliz!
Não importa
o amor que o doce cupido trouxe,
sem mesmo você o pedir
e, com asas acolhedoras, o levou,
sem tempo de se despedir!

O manjar dos deuses
não saboreado
No banquete com
o príncipe encantado
Comer o pão
Que o diabo astuto
amassou
Tomar o vinho azedado--
veneno que ali deixou
na taça,
e você,
trouxa, tragou...

A gente faz de tudo para ser feliz...
Não importa
as férias não tiradas em Maiorca
O salário milionário
Na conta só dos políticos salafrários
A gente tenta
A gente pensa
Faz de tudo para ser feliz

Contentar-se em apenas
olhar os pássaros, que pena...
a voar livres no espaço,
os lindos lírios do campo...
Converter o coração em aço
Confundir o hipocampo,
não deixar cair no esquecimento
os bons tempos de outrora,
jogar a tristeza pra fora
não dar espaço para o sofrimento!


A gente faz de tudo pra ser feliz
Não importa...
Mesmo com a cicatriz
de um carcinoma encardido,
safado
que visitou o seu nariz
sem licença , mal educado,
roubando o sol de seu existir...
A gente faz de tudo para fingir!

Bemtevi

1 comment:

sandrah said...

Cara,poeta!Seu Blog está belíssimo.Gosto de seus versos.
Grata pela amizade.
BjO* Poeta*